Jax – Minha vida, minhas regras!

Jax – Minha vida,minhas regras!(Bruno Moraes)

Baixar Agora Mp3 Maromba

Letra da Musica:

 

Maluco obcecado, me chamam de muita coisa
Difícil pra um mortal, compreender uma mente louca, vejo
Poucos falam muito, e muitos fazendo pouco
Falsos julgando fracos, e fortes virando o jogo

Olhares ao redor, assustam com meu tamanho
Nem ao menos me conhecem, mesmo assim tao criticando, ando
Com a mente aberta, e o coração fechado
Com Deus na liderança, e um coração blindado

Mergulhei num mar profundo, cheio de escuridão
Uma vida dedicada, chamada musculação
A barra bate no peito, e assim me sinto bem
Minha mente tem defeito, na cabeça de alguém

Tenho hora para tudo respiro esse mundo
Adquiri conhecimento, pra usar cada segundo
Evoluindo mentalmente, para nunca fraquejar.
Dentro do meu treino quebro fibra muscular!

Para que ser só mais um, se posso subir no topo
Pra que seguir a regra, se sou dono desse jogo? Meio
Quase doentio, até sinto um arrepio
Difícil achar alguém pra entender o meu perfil

O perfeito pra você, para mim pode não ser
Criei o meu padrão, diferente de você
Minha vida, minhas regras, sigo a risca, minhas metas
Ignoro falador, vem de baixo não me afeta

Talvez eu seja louco, talvez tenha razão
Talvez meu manicômio seja a musculação
Guardo os meus sonhos, e luto pra conseguir, só
Quero ficar grande, e ninguem vai me impedir

Treinos, dieta, penso positivo
Brilhar subir no palco, esse e o objetivo, vivo
Como campeão, se disputo e pra ganhar
Pra que ser o segundo, se posso me destacar?

Pulsação em cada veia, assusta quem vem olhar
Levanta esse peso, e sobe sem reclamar
Projeto horroroso, projeto ficar estranho
Fala, fala mais, que aumento o meu tamanho

Quem não tem capacidade, vai tentar desmerecer, mas
Lamento te falar, não e vida pra você
Emoção a flor da pele, adrenalina animal
De costas te espanto com o tamanho do dorsal

Um corpo que apavora, e assusta quem olhar, um
Coração que chora, de emoção ao segurar
Um troféu de campeão, merecido premiado
Sempre serei humilde, mas nunca serei coitado

Do meu lado só guerreiro, considero aliado
No meu bonde marombeiro, nunca finge de coitado
Minha felicidade nunca veio de bebida
Treinar me faz viver, e isso e minha vida!

 

Author: MP3 MAROMBA

Share This Post On